“Já foi dito que pesquisa é como perfume, não é para tomar. É para observá-la. A campanha só vai começar oficialmente a partir do dia 31”,

de Geraldo Alckmin, em resposta ao seu
desempenho na pesquisa do Ibope.

Ano XVI - 22 de agosto de 2018

 

 

Questão de sorte
Dados da Pnac de 2014 (dados atuais não estão disponíveis) mostram que a probabilidade de uma criança filha de pais analfabetos concluir o ensino superior é de apenas 3%. Se essa criança teve a sorte de nascer numa família em que os pais cursaram a faculdade, vai para 75%. Raros países do mundo – e entre eles, o Brasil – têm mobilidade educacional tão baixa entre as gerações.

Retrato do país
Hoje, 900 mil brasileiros esperam por uma cirurgia eletiva, ou seja, não urgente, de acordo com levantamento do Conselho Federal de Medicina. Mais: a espera pela realização de uma biopsia para detectar um câncer pode se estender até por três anos. Uma punção na mama demora igual período aterrorizadas, se não for câncer e, pior, talvez sejam condenadas por um câncer fácil de se tratar com tratamento precoce.

Quanto gastou
Um grupo de trabalhadores de primeira classe (servidores públicos) composto por 13,4 milhões de brasileiros (ativos, inativos, civis e militares), que representam apenas 6,44% da população brasileira, sendo 2,2 milhões federais, 4,7 milhões estaduais e 6,5 milhões de municipais, gastaram no ano passado o correspondente a 49,20% da carga tributária que foi de 32,28 do PIB de 2016.

Cheque especial
A Febraban faz campanha publicitária tentando ensinar brasileiros a gastar pouco – e em emergências – no cheque especial. Nos grandes bancos, os juros do especial por mês estão em torno de 11,9% e por ano 286,2%.

Para os íntimos
Nos anos 70, as pornochanchadas da boca do lixo, em São Paulo, atraiam milhares de espectadores aos cinemas. Agora, uma de suas estrelas da época, Zilda Mayo, 65 anos, que mora em Araraquara, interior paulista, vai lançar um livro sobre episódios daqueles tempos. Nome: Zilda Mayo para os íntimos. Nas últimas décadas, ela sempre disse que o publico confundia “pornografia com pornochanchada”. E garante: “Nunca fiz sexo explícito”.

No interior
João Doria e Paulo Skaf, ex-Fiesp, estão praticamente empatados na pesquisa do Ibope para as eleições governamentais em São Paulo. Skaf, nos últimos anos, surfou – especialmente no interior paulista – em cima de escolas (e até faculdades com centros de pesquisa) e outras realizações do Sesi, o que alavancou sua imagem. Na Capital, a imagem de Doria sofreu grande abalo por ele ter abandonado o cargo.

Plano de governo
Fernando Haddad, o poste de Lula para a Presidência da República passou os últimos meses aprontando um plano de governo para o ex-presidente, caso se eleja. E agora, em suas primeiras incursões pelo país, o mesmo plano é apresentado como se fosse para sua candidatura. Na última pesquisa, ele subiu apenas 1%, ou seja, de 2% para 3%.

Desabafo
O desabafo de FHC é para incentivar Alckmin: em abril de 1994, virou candidato ao Planalto, em maio tinha 12% de intenções de voto e Lula, 40%. Nessa época, chegou a avisar Ruth, sua mulher, que iria desistir. Em agosto, começou a decolar e em outubro, ganhou no primeiro turno. Se bem que tinha o Plano Real – e hoje, não tem nada parecido.

Outro vermelho
Começou numa escola do Rio de Janeiro, que encarava um festival de denúncias de assédio sexual, contagiou adolescentes meninas de outros colégios e ameaça escolas da cidade de São Paulo: as meninas usam qualquer peça de seus vestuários na cor vermelha. No Rio, elas criaram um site que abriga denúncias que, em menos de 48 horas, acolheu mil seguidoras.

Em quarto
A audiência do último debate de presidenciáveis na Rede TV! deu de média de 3,4 de audiência e ficou atrás da Globo, SBT e Record. Só conseguiu repercussão depois que as brigas ganharam as páginas dos jornais, especialmente o quase telecatch de Marina Silva contra Jair Bolsonaro.

Quem ganha
Dono da MRV Engenharia, Rubens Menin é considerado em áreas do governo de “Ministro do Minha Casa, Minha Vida”: é o interlocutor do setor imobiliário junto à administração federal e inclusive, junto aos candidatos ao Planalto. Ele leva reivindicações do setor não apenas da manutenção do programa, mas de expansão dele. E, certamente por coincidência, 90% do faturamento da MRV vem do Minha Casa.

Pedidos
Luiz Fazzio, novo presidente da Walmart Brasil (ele é ex-Carrefour) tem sido procurado por diretores da empresa francesa em busca de colocações similares. Estão assustados em volume de cortes: em um ano o Carrefour já demitiu três mil funcionários – e de todos os níveis hierárquicos.

Campanha
A atriz Giovanna Antonelli, a Luiza de Segundo Sol, será a garota propaganda da campanha de um aplicativo que o Banco do Brasil pretende caracterizar como fintech (finanças e tecnologia), que parece estar se transformando em tendência dos grandes bancos. Giovanna vai mostrar como o App facilita seguir os investimentos.

Vende-se
A venda da Máquina de Vendas (leia-se Ricardo Eletro) para o Starboard Partneres pode ser apenas o primeiro capítulo. A gestora de recursos quer reestruturar a empresa e negociá-la com grande grupo de varejo. A chilena Falabella já está interessada no negócio.

De bicicleta
Viralizou na internet curto vídeo onde aparece a ex-presidente Dilma Rousseff, andando de bicicleta (com capacete e tudo mais, acompanhada de segurança) num parque de Belo Horizonte e sendo chamada de um festival de palavrões de uma mineira que gravou seu passeio (numa ciclovia sobre uma calçada). No final, é brindada até por uma expressão antiga: “A tôa!”.

Recomendação
Petistas estão se esforçando para que a recomendação do Comitê de Direitos Humanos da ONU para soltar Lula obrigue o governo brasileiro a cumpri-la. O chanceler Aloysio Nunes Ferreira está lembrando, contudo, que o comitê tem caráter apenas de recomendação, não tendo nenhum efeito jurídico vinculante. Ou seja: o PT esperava um rojão e chegou uma biriba.

Resposta a Caetano
A assessoria de imprensa do presidente Michel Temer resolveu responder as críticas feitas pelo cantor Caetano Veloso ao Chefe do Governo em suas redes sociais aproveitando para elogiar o presidenciável Ciro Gomes: “Temer é dissimulado, cria conchavos, não pensa no povo e é do passado. E Ciro fala com coragem e Temer cala com astúcia”. Em resposta: “Michel Temer nunca fugiu de embates, seja como secretário de Segurança Pública, onde dialogou com grevistas, estudantes e policiais em greves ou manifestações – sempre de peito aberto e ouvido atento às reivindicações. Ou debateu publicamente com outros políticos muito temidos, admirados ou respeitados em Brasília. Basta procurar em jornais do passado. No presente, os atores são menores: há ações nos tribunais contra Ciro Gomes, a quem o presidente classificou de pigmeu político”.

Vai atrair
Candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes, Kátia Abreu, tem certeza de que o presidenciável irá atrair os votos que serão deixados por Lula, quando sua candidatura for cassada. “Tenho a certeza que Ciro vai atrair os eleitores de Lula. Aliás, não só a esquerda. Ele é franco e sincero e é isso que o povo brasileiro está esperando. O Bolsonaro está embasado na aversão que as pessoas têm do PT, uma lembrança negativa. Sem o Lula, a iniciativa privada vai ver que Ciro respeita contratos”.

Tropeção
Em grande acontecimento de campanha, o candidato Geraldo Alckmin disse que sua vice-presidente der Kátia Abreu (é a vice de Ciro Gomes). Já a vice do tucano, Ana Amélia, fingiu não ter levado à sério.

Um desejo
Ao saber do tropeção de Geraldo Alckmin, a candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes, Kátia Abreu, se fingiu surpresa e ironizou: “Isso se chama ato falho em psicanálise. É o desejo inconsciente de me ter como vice”.

Não precisa de adversários
O presidenciável Geraldo Alckmin, não consegue alavancar nas intenções de votos nas pesquisas eleitorais. Ele acredita que o número de intenções de votos irá subir após o horário eleitoral e agora com a campanha liberada. Só que além de driblar seus adversários o tucano precisa superar tropeções internos do partido e da aliança que fez. Além de sua própria gafe ao trocar o nome de sua vice, um dos partidos de sua aliança, o PP, também está jogando contra.  Ciro Nogueira, presidente da sigla, subiu no palanque de seu adversário no Piauí e rasgou elogios ao ex-presidente Lula e declarou seu apoio ao petista.  Vale lembrar que Ana Amélia, vice na chapa de Alckmin é do PP.

Marta 2020
O governador Márcio França (PSB) e o ministro Gilberto Kassab (PSD) já ofereceram à senadora Marta Suplicy, que deixou o MDB e quer se afastar da vida pública, a candidatura à prefeitura de São Paulo em 2020, em seus partidos. Ela não deu resposta definitiva: quer distância da política, pelo menos por enquanto. E mais: Marta nem respondeu às tentativas feitas por Eduardo Suplicy, que queria o apoio da ex-mulher para sua candidatura ao Senado.

Sambando
No final do seminário “Elas por elas”, promovido pelo CNJ para falar sobre as mulheres no poder, terminou com muito samba – cantado e dançado – por diversas participantes. Alcione, uma das convidadas, cantou Não deixa o samba morrer, de Edson Conceição e Aluísio Silva, e conhecidas figuras como Cármen Lúcia, do STF, Raquel Dodge, procuradora-geral da República, Luiza Trajano, da rede Magazine Luiza e outras, entraram no embalo, cantando e dançando.

Olho no Rio
Na pesquisa do Senado sobre a corrida dos candidatos ao Senado pelo Rio mostram Flávio Bolsonaro (PSL) à frente com 15% e em segundo, empatados César Maia (DEM) e Lindbergh Farias (PT) com 13% e depois, Chico Alencar (PSOL) com 11%.

2%
A filósofa Marcia Tiburi, que disputa o governo do Rio de Janeiro, pelo PT tem o apoio de vários artistas, entre elas Marieta Severo, Gloria Pires, Debora Falabella, Mariana Ximenes, Fernanda Lima, Eliane Giardini, Zélia Duncan, Aline Moraes, Leona Cavalli, Maria Gadu, Ana Beatriz Nogueira, Carolina Ferraz e Dira Paes, não vai bem nas pesquisas. Na última pesquisa do Ibope tem somente 2%. Em primeiro Romário Faria (Podemos) com 14%; depois Eduardo Paes (DEM) e Anthony Garotinho (PRP), ambos com 12%.

Em defesa de Lula
O presidenciável Guilherme Boulos pelo PSOL, esteve em campanha em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e em seu discurso, defendeu a candidatura do ex-presidente Lula. Depois do acontecimento, muito se perguntaram, porque ele não desiste de sua candidatura e apoia logo a candidatura de Lula. Na última pesquisa Ibope, Boulos tem apenas 1% de intenção de votos.

Não é conhecido
O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, vice na chapa o PT encabeçada por Lula, e possível substituto se a candidatura do ex-presidente não for confirmada, apareceu em algumas pesquisas com 20% de intenções de votos, o que gerou certa desconfiança. E a desconfiança foi confirmada, durante sua passagem pela Bahia quando foi anunciado como “Fernando Andrade”. A estratégia do PT baiano é pedir votos para Presidência para número 13, e não qualquer candidato. 

No ministério
O economista Paulo Guedes deverá ser o ministro da Fazenda no governo de Jair Bolsonaro, caso ele vença as eleições. E poderá acumular o Ministério do Planejamento (a ideia de juntar mais dois ministérios está afastada). E para Casa Civil já está escolhido o nome do deputado Onix Lorenzoni (DEM-RS). Muitos e mais radicais de Bolsonaro prefeririam o general Augusto Heleno na Casa Civil.

Explicação
Diante dos insignificantes 1% de intenção de voto, na última pesquisa do Ibope, o presidenciável Henrique Meirelles, com sua habitual calma explicou: “É normal esse número. O Brasil tem uma legislação eleitoral muito rígida. Até que comece a campanha eleitoral, o período é de pouca ou nenhuma publicidade”. Ele aposta que este número irá mudar.

Param de circular
Não é só a Editora Abril que está passando por uma situação grave na área financeira. A editora Escala também irá deixar de imprimir 10 revistas. As cinco primeiras que irão parar de circular são Tititi, Minha Novela, Conta Mais, TV Brasil e 7 Dias, todas voltadas para o mundo das fofocas, novelas e celebridades.

OLHO MÁGICO


fotos: Divulgação // Reprodução

Primeira tatuagm
A apresentadora
Ana Hickmann fez sua primeira tatuagem. Com 37 anos disse que criou coragem para homenagear o marido e o filho de 4 anos. “Estou muito feliz com a minha primeira tattoo. Ela tem dois significados, por isso, dois corações. Um é para meu marido e o outro é para o meu filho. Vou confessar que no início, caíram duas lágrimas de dor. Mas depois aliviou”. Ana se prepara para lançar uma nova coleção de biquíni e lingerie e deu uma amostra no seu Instagram.

Projeto Down
Edições Anteriores:  
__________________________________________________________

 IN & OUT

  ;-) Ambientes monocromáticos. :-( Ambientes muito coloridos.

ONE CARTOON


Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.




 

Esta coluna é fechada de segunda a sextas às 16:00



 © Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
 do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br

ssss