“O Ciro tem que fazer uma cirurgia de língua”,

de Jair Bolsonaro, na Paraíba falando do seu adversário na corrida presidencial Ciro Gomes.

Ano XVI - 23 a 25 de junho de 2018

 

Quem pode mais
A Advent, gestora da private equity e as Lojas Americanas, do trio Jorge Paulo Lemann, Marcel Teles e Beto Sucupira, estão na disputa pela aquisição da BR Mania, rede de lojas de conveniência da BR Distribuidora, avaliada em R$ 800 milhões. A BR Distribuidora permaneceria com parte do capital e o futuro controlador só poderá abrir novas lojas coma bandeira BR Mania em postos da estatal. Os dois interessados têm projetos distintos: as Americanas querem transformar as lojas da BR Mania numa espécie de Americanas Express em postos de gasolina. A Advent quer fazer a BR Mania entrar no e-commerce.

“Sou honesto”
O senador Romário (Podemos-RJ) não está incomodado com a devassa que o Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf) está fazendo nos bens em nome de sua irmã Zoraidi, que guarda R$ 600 mil em dinheiro vivo. Agora, carros e imóveis de Zoraidi (seriam de Romário) estão sendo penhorados para garantir dívidas do senador que, pelo Twitter, avisou: “Não finjo ser decente e honesto, eu sou. E sou pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro”. Detalhe: está em primeiro lugar nas pesquisas.

Mais delações
Além dos problemas que envolvem seu cunhado Adhemar Ribeiro e Marcos Monteiro, tesoureiro da campanha de 2014 e depois, nomeado secretário de Planejamento, agora somados ao escândalo do ex-secretário dos Transportes Laurence Casagrande Lourenço, o presidenciável Geraldo Alckmin terá de enfrentar delações de dois altos executivos da CCR, que fazem acordo com o MP de São Paulo. Eles teriam relatado outro esquema de corrupção no Dersa, com doações ilegais para campanhas de Alckmin e José Serra.

Outra “vaquinha”
Parlamentares do PT e admiradores do ex-presidente estão se cotizando em um novo Crowdfunding partidário para colaborar com o Instituto Lula, que enfrenta uma delicada fase financeira. Há quem garanta que só com a Receita Federal, as dívidas já passam de R$ 18 milhões. Também há credores e salários atrasados há dois meses.

Projeto de reconstrução
A começar por encontros com o Comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, os candidatos à Presidência da República estão procurando uma aproximação com as Forças Armadas por identificarem uma garantia de legalidade, contribuição e execução de um grande projeto de reconstrução nacional. Muitos acham que os militares podem contribuir para soluções de violência urbana, desenvolvimento tecnológico, comércio exterior e obras de infraestrutura.

Corrida pelo Senado
Apesar de não ser candidato, José Luiz Datena aparece nas pesquisas do Instituto Paraná como candidato ao Senado por São Paulo em primeiro lugar com36, 4% de intenções de voto, se a eleição fosse hoje. Em segundo lugar, Eduardo Matarazzo Suplicy com 33, 1% seguido por Marta Suplicy com 17%.

Sem partido
O ex-ministro Aldo Rebelo ainda se apresenta como pré-candidato à Presidência da República pelo Solidariedade. Só que o dono do partido, Paulinho da Força, já embarcou na caravana do “Polo Democrático”, que prega a candidatura única do Centrão. Nesse bloco também está condicionada a reeleição de Rodrigo Maia para a presidência da Câmara.

Sobrevivência
O acordo entre a Sete Brasil e a Petrobras firmado para a construção de quatro sondas está ameaçado de naufrágio. A empresa de equipamentos não conseguiu ainda encontrar parceiro internacional (especialista em águas profundas para assumir a operação) o que é uma exigência da estatal. A encomenda é US$ 700 milhões e significa a sobrevivência da Sete Brasil, que está em recuperação judicial (seu passivo é de cerca de R$ 18 bilhões). Além disso, a Sete Brasil fica de olho na delação de Antonio Palocci, que já teria relatado um propinoduto montado na empresa em 2010.

Biografia
Está chegando às livrarias Eu e não outra (Tordesilhas), primeira biografia da poetisa paulista Hilda Hilst (1930-2004), de Laura Folgueira e Luisa Destri. Hilda será a grande homenageada da Flip deste ano. No livro, há detalhes da travessuras íntimas da escritora: entre elas, namoros com Vinícius de Moraes e Dean Martin e, de quebra, uma esnobada no milionário americano Howard Hughes.

Línguas diferentes
O jornalista e escritor Ruy Costa já escreveu uma crônica sobre o que seu primeiro nome significa na Rússia: é a designação de órgão sexual masculino. Faz lembrar o jogador de futebol dos anos 50, José Lázaro Robles, cujo apelido (e nome usado no campo) era Pinga, que também era uma espécie de apelido do mesmo órgão no Uruguai e Paraguai. Há quem diga que, por isso, Flávio Costa não convocou o jogador para a Copa de 1950.

Contra Satanás
Em meio à lista de quase 30 candidatos à Presidência da República, tem também o deputado Cabo Daciolo (Patriotas, ex-PEN) que, depois de quatro anos na Câmara, decidiu expulsar Satanás do Congresso Nacional e da nação brasileira. Dublê de bombeiro e pastor evangélico, na tribuna com uma Bíblia na mão, decidiu enfrentar demônio da Praça dos Três Poderes.  Filho de coronel da Aeronáutica e criado na Zona Norte do Rio, Benevenuto Daciolo (esse é seu nome), acha que o Brasil vive “uma guerra espiritual e precisa de alguém para salvar o poder das mãos do maligno”.

No Facebook
Ainda o candidato Cabo Daciolo (Patriotas-RJ): ele esnoba os meios oficiais de comunicação como a TV Câmara e a Voz do Brasil e sua tribuna é o Facebook, onde tem 196 mil seguidores. No começo deste mês, assumiu a liderança do ranking de influência digital feito por uma agência: ultrapassou Bolsonaro num estudo que compara a atuação dos 513 deputados nas redes sociais. Na semana da greve dos caminhoneiros teve mais de um milhão de visualizações.

Aqui, não!
Quaisquer movimentos feitos pelo empresário Josué Gomes da Silva (PR), filho do ex-vice-presidente (governo Lula) José Alencar, para tentar se aproximar do DEM tem sido rechaçados por Rodrigo Maia.

Balanço
O resultado da operação da polícia no Complexo da Maré, no Rio, que acabou matando Marcos Vinícius, 14 anos, que seguia para a escola, foi quase zero. Cerca de 120 homens entraram na comunidade com 23 mandatos de prisão. Nenhum deles foi cumprido. A incursão deixou sete mortos e prendeu outros seis “suspeitos”.

Insubstituível
Valdemar da Costa Neto, meio dono do PT, tem se desdobrado para convencer o deputado Tiririca a desistir da ideia de aposentadoria. Recordista de votos, o humorista (ele prefere ser identificado como “palhaço”) anunciou no ano passado que não disputaria a reeleição na Câmara. Sem ele, o PR perderia boa parte de sua bancada.

Chuchu com pimenta
Os “Doristas” do PSDB se divertem e espalham que a fórmula “Chuchu com Pimenta” não vai eleger Geraldo Alckmin. Referem-se à entrada de Pimenta da Veiga, que andava em baixa em Minas Gerais depois de perder a eleição para o governo para Fernando Pimentel, para integrar o conselho político da campanha de Alckmin. Sua primeira reunião com o candidato e o senador Marconi Perillo, que coordena a campanha, foi em São Paulo no apartamento de Gilberto Kassab.

Monotrilho
Com o adiamento do leilão da linha 15 do monotrilho para 31 de julho, o governo de São Paulo espera ganhar tempo para o desembarque de mais candidatos. Uma das empresas mais aguardadas é a China Railway que, no começo do ano, já quase havia assumido a concessão da linha 6 do Metrô.

Nem sabe
Pesquisa do Ibope encomendada por Guilherme Afif Domingos (PSD) no começo de junho revelou que 43% dos brasileiros ainda não tem a menor ideia em quem deverão votar para a Presidência e nem querem saber desse assunto agora. E com a chegada da Copa do Mundo, menos ainda.

Decepção
Integrantes do movimento Agora! que se reuniram com a presidenciável Marina Silva (Rede), na semana passada, na casa de Luciano Huck, ficaram decepcionados com a postura da candidata. De cara, Marina avisou que não procuraria o presidente do PPS, Roberto Freire, para ser candidato a vice de sua campanha. A estrutura nacional da Rede não significa nada e a candidata dificulta alianças. Luciano Huck avisou que não apoiará publicamente Marina: a Globo não permite.

Reunião
Na quinta-feira passada (21) Michel Temer se reuniu, fora da agenda, no Palácio do Jaburu, com Rodrigo Maia e Aécio Neves. Na conversa, as eleições presidenciais e a possível CPI da Lava Jato. Aécio avisou que tentará a reeleição para o Senado e que Antonio Anastasia deverá se eleger, de novo, para o governo de Minas Gerais.

Não pode
Os juristas se dividem em relação ao julgamento do novo HC de Lula pela 2ª Turma do Supremo: uns garante que seus integrantes não podem passar por cima do plenário do Senado; outros apostam que pode haver outras interpretações sobre segunda instância e daí a possível liberdade do presidiário.

Cenário diferente
Há dois meses o PSB vivia uma situação muito diferente que vive hoje. Seu “suposto” pré-candidato ao Planalto Joaquim Barbosa, aparecia bem nas pesquisas e havia até uma negociação entre o partido e o PDT e com Ciro Gomes. Hoje não tem candidato ao Planalto, a negociação com Ciro Gomes esfriou e seu candidato ao governo de São Paulo, Márcio França não vai bem nas pesquisas.

Decisão final
Amanhã o MDB irá decidir se realmente irá lançar a candidatura de Henrique Meirelles ao Planalto ou não. A baixa intenção de votos do ex-ministro não agrada nenhum pouco a cúpula do partido.  Henrique Meirelles está muito irritado com isso: afinal de contas, saiu do PSD, que tinha supostamente Joaquim Barbosa para disputar à Presidência da República pela nova sigla. Há quem garanta que Meirelles anda choramingando pelos cantos que, se tivesse permanecido o PSD agora seria candidato ao planalto.

Não vai beneficiar
Ainda sobre a decisão do MDB sobre a disputa presidencial: uma coisa é certa para alguns caciques da sigla. Se o partido não lançar nenhum candidato ao Planalto, não irá apoiar ninguém no primeiro turno. Não querem brindar ninguém com os seis minutos que tem direito na propaganda eleitoral.

Não vai nada bem
A tentativa de reeleição do governador de São Paulo, Márcio França (PSB) não vai nada bem. Além de não estar bem nas pesquisas de intenção de voto, atrás de João Doria (PSDB), Paulo Skaf (MDB) e em algumas até atrás de Luiz Marinho (PT), agora pode perder um aliado. O PP que está praticamente fechado para apoiar sua candidatura, começa a estudar a hipótese de aliança com Doria.

Fora dos debates
O pré-candidato Jair Bolsonaro, pelo PSL, decidiu que mesmo que não irá participar de nenhum debate no primeiro turno. Há quem acredite que Bolsonaro está confiante demais e acha que não precisa de debates que servirão apenas para escolher quem irá para o segundo turno com ele.

Reforço
O destino de Henrique Meirelles na disputa presidencial pelo MDB ainda não está definido, mas ele está procurando reforços para sua equipe de campanha. Meirelles procurou a jornalista Olga Curado. Foi ela quem ajudou Lula e Dilma e que tem um método bem diferente, onde mistura técnicas do aikido, do budismo, da meditação e do jornalismo para atingir o objetivo.

Primeiro negro
A grife Louis Vuitton anunciou o novo diretor criativo da marca. Trata-se de Virgil Abloh, 37 anos. Será o primeiro negro a comandar a grife francesa. Virgil foi estagiário na Fendi e já colaborou com Nike, Supreme e Jimmy Choo.

Um alerta
O apresentador Ronnie Von acaba de fazer um alerta em seu Instagram, sobre a gripe H1N1, que voltou com força e pedem para que todos tomem cuidado. “Meus queridos, utilidade pública. Peguei a Influenza A, H1N1. Já estou bem melhor e em casa graças ao Pronto Atendimento do Hospital Albert Einstein e sua maravilhosa equipe que nos tratou com todo carinho. Sob qualquer suspeita de Influenza A procure um serviço médico, ela é extremamente agressiva”.

Ousadia e alegria
Cris Dias, 37 anos é um dos destaques da equipe de jornalismo esportivo da Globo. Já foi casada como o ator Thiago Rodrigues, com quem tem um filho de 8 anos. Este dias chamou atenção ao postar uma foto P&B em sua conta no Instagram. Na legenda simplesmente: “Ousadia e alegria”.  Há quem garanta que o seu lado ousado, nunca visto antes, tem  tudo a ver com  novo namoro com o empresário e modelo Lucas Franco.


OLHO MÁGICO

Guerreira em alta
A atriz
Marina Moschen, 21 anos, é capa e recheio da revista Corpo a Corpo deste mês. Apontada como uma das promessas da TV ela vive a personagem Selena em Deus salve o rei e conta o que mudou na rotina para viver a personagem. “A Selena é uma guerreira e está sempre em luta corporal. Então, precisei fazer alguns ajustes no meu treino para compor a personagem. Faço três vezes por semana de luta corporal, esgrima, arco e flecha, equitação e escalada”. E para manter a boa forma, agora ela é adepta a dieta  Low Carb. E confessou que maquiagem não é seu forte. “Sei fazer o básico. Já ando maquiada de segunda a sábado por causa das gravações da novela. Então, não passo nada nos meus dias de folga – até mesmo quando saio para jantar com os amigos”.

Projeto Down
Edições Anteriores:  
__________________________________________________________

 IN & OUT

  ;-) Inverno 2018: cor cinza. :-( Inverno 2018: cor marrom.

ONE CARTOON


Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.




 

Esta coluna é fechada de segunda a sextas às 16:00



 © Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
 do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br

sss