“Não quero censurar o que faz o Senado. Mas o Senado pode passar imagem errada à sociedade brasileira."

Sérgio Moro em debate sobre a lei do abuso de autoridade no Senado.

Ano XI - 3 à 5 de dezembro de 2016

 

Apoio
Depois que o PSOL entrou com o pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer, ainda sem apoio de outros partidos, começaram a surgir boatos, que pelas sombras o PSDB faria a mesma coisa. Aécio Neves, presidente do partido negou. “Não há plano B. O PSDB continuará apoiando o governo Temer porque o melhor para o Brasil é concluir a transição”.

Revolta
A queda de 08% do PIB – Produto Interno Bruto – causou revolta de muitos. Alguns analistas políticos dizem que a população espera que a equipe econômica faça uma mágica para que a economia volte a crescer, mas todos sabem que não se é bem assim, demora certo tempo para retomada do crescimento, ainda mais com tamanha confusão na política. Uma frase de um morador de Brasília viralizou na internet: “A equipe dos sonhos não está conseguindo entregar os sonhos da equipe”.

Destino de final de ano
Com a proximidade das festas de final de ano, muitos brasileiros decidem passar as festas fora de casa, principalmente a festa de Réveillon. Um site que líder de pesquisa de viagens online Kayak fez um levantamento de julho até outubro, para saber quais os destinos mais buscados para possíveis futuras viagens. Miami ficou em primeiro lugar, seguido de Salvador e Fortaleza. O site alerta que é só um ranking de destinos buscados, e em muitos casos não condizem com a realidade.

Reunião
O governo de Michel Temer irá se reunir ainda está semana com líderes do Congresso e de centrais sindicais, para mostrar as possíveis mudanças que serão feitas com a reforma da Previdência e apontar motivos do porque elas são tão necessárias e com isso ganhar o apoio para que a mesma seja aprovada o mais rápido possível.

Encontrando um culpado
O ministro do STF – Supremo Tribunal Federal – Teori Zavascki defendeu o supremo da acusação de morosidade nos inquéritos. Ele disse que de 100 inquéritos existentes da Lava Jato, 95 estão na PGR – Procuradoria-Geral da República ou na PF – Polícia Federal. “O STF não é culpado da demora”.

Projeto Down

Triste
Mesmo sem deixar transparecer muito, o presidente Michel Temer está bem abalado com a saída de Geddel Vieira Lima do ministério da Secretaria do Governo. Ele anda cabisbaixo e sem muitas conversas. Geddel além de ministro também é amigo bem próximo do presidente, e dizem que nos momentos mais tensos eles se juntavam para desabafar um com o outro e tentar encontrar soluções, e em outras as horas dividiam as alegrias.

Falando pelas costas
Em um jantar promovido pelo senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) muitos colegas de partidos e de outras siglas foram convidados. Entre eles o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) que falava mal do senador Aécio Neves com o anfitrião, porque o tucano tinha votado contra o projeto anticorrupção. Só que Aécio também havia sido convidado e chegou ao jantar, a conversa foi encerrada e depois Renan conversou com Aécio como se fossem bons amigos.

Dezembro laranja
Outubro Rosa, Novembro Azul e agora surge o Dezembro Laranja. Assim como nos meses anteriores, o mês foi criado objetivo de alertar a população para a prevenção do câncer. No mês de dezembro é um alerta sobre precaução da doença na pele. O Inca – Instituto Nacional do Câncer advertiu que somente este ano 176 mil novos casos surgiram. E OMS – Organização Mundial da Saúde prevê que até 2030 mais de 27 milhões poderão ser afetados por este tipo de câncer, podendo causa a morte, se não tratada a tempo.

Escolhendo o nome
O centrão irá se reunir nesta semana na casa de Jovair Arantes (PTB-GO) para buscar um nome forte e único para a disputa da presidência da Câmara. Nomes como do próprio Jovair foi cogitado, que para muito é a melhor solução. Já o nome de Rogério Rosso (PSD-DF) que também era uma dos escolhidos, será descartado, o deputado votou contra o abuso de autoridades, indo à contra a maioria do centrão.


O presidente Michel Temer, vem mostrando em seus diversos discursos pelo país que é fã (é de carterinha), da ex-premiê britânica Margaret Thatcher. Ele já citou, ou deu exemplos, várias vezes mencionando o nome da Dama de Ferro.

Recorde
Um cantor sertanejo, ainda desconhecido da maioria do publico, se casou no último sábado de novembro. E com a intenção de surpreender a noiva e grande parte dos convidados, cantou uma versão da música Hallelujah, de Leonard Cohen. No final da cerimônia religiosa começou a cantar a música com a participação de alguns amigos, só que a surpresa foi parar na internet e em menos de uma semana já tinha sido visualizado por mais de 13 milhões de pessoas. “Era um momento muito particular e eu tinha o desejo de surpreender mina noiva e os convidados. Eu não tinha noção que o vídeo teria essa repercussão”.

Uma mina
Pelos corredores do Congresso depois a aprovação do projeto (distorcido) anticorrupção, muitos comemoravam, e não eram os deputados.  Uma emenda do projeto cria uma recompensa para o reportante do bem, ou seja, quem tiver informações com provas, e claro, de corrupção será recompensado com um pequeno agrado em dinheiro. Os garçons e até barbeiros vibraram com a informação. Se aprovada mesmo os deputados terão que ter muito cuidado com as conversas em ambientes como o café e a barbearia do Congresso.

Acordo
O senador Fernando Collor de Mello fechou acordo com a instituição financeira, que financiou 50% de sua Lamborghini e assim impediu que seu automóvel fosse apreendido. Segundo o banco foi um acordo amigável no qual Collor prometeu quitar no próximo mês sua dívida. Ele deve usar o dinheiro do 13º e 14º salário para amenizar o débito.

Bem na fita
O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB) ministrou um palestra para um banco norte-americano. Lá ele voltou a afirmar que não pretende (por enquanto) disputar a reeleição em 2020. Um dos participantes, um presidente de um fundo de investimento internacional do Rio de Janeiro, então pediu para ele disputar a prefeitura do Rio  e completou para orgulho do tucano: “Tenho certeza de que estaremos precisando”.

Criando prejuízo.
A rede social Facebook terá que pagar uma indenização de R$ 55 mil a atriz Giovanna Lancelotti, a Milena da novela Sol Nascente. Tudo isso porque a jovem havia pedido para que o Facebook aqui no Brasil tirasse do ar páginas com perfis falsos dela. A rede social se recusou dizendo que somente a matriz nos Estados Unidos poderia fazer isso. Resultado: a atriz entrou com um processo e ganhou. Se a filial tivesse feito na época da solicitação poderia ter evitado esta dor de cabeça.

Réu tranquilo
Pela primeira vez o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) se torna réu. Mas Renan se mostrou tranquilo com a decisão do STF – Supremo Tribunal Federal – no aceite de uma denúncia contra ele. O peemedebista diz que receber a denúncia é uma coisa e ser condenado é outra, para ele não existem provas. A assessoria do Senado em nota disse que por enquanto tudo é  uma suposição "A aceitação da denúncia, ainda que parcial, não antecipa juízo de condenação. Ao contrário, o debate entre os ministros evidenciou divisão e dúvidas quanto a consistência dos indícios do Ministério Público, qualificados como precários por vários deles, inclusive por alguns que aceitaram”.

Acordo fechado
O grupo Odebrecht assinou na última quinta-feira, o acordo de leniência com a Operação Lava Jato. 77 executivos participarão desta leniência, inclusive Marcelo e Emílio Odebrecht. Neste acordo a empresa se comprometeu a pagar uma multa de R$ 6,7 milhões em vinte anos. A leniência garante o direito da empresa participar em licitações e ser contratada pelo poder público. E afastou assim também a barreira que impede a empresa de fazer empréstimos com instituições financeiras.

Mais um
O cantor e compositor Chico Buarque será homenageado mais uma vez em um espetáculo chamado Anjo Azul, que a principio ficará por três em cartaz no Rio de Janeiro. A peça foi organizada pela empresa mineira Rei Bola Promoções e Eventos que poderá captar pouco mais de R$ 2 milhões pela Lei Rounet.

Sem indenização
A dor de familiares dos jogadores da equipe de futebol Chapecoense, mortos na última terça-feira pode ficar ainda maior. Segundo especialistas a aeronave cometeu a maior falha que se pode ter no transporte aéreo, o não abastecimento obrigatório contido em seu plano de voo. Se isso for mesmo comprovado a companhia La Mia, dona a avião, não será obrigada a pagar a indenização, porque ficará comprovada falha humana. Com isso o plano de voo foi considerado “falho” e atitude de total “absurdo”, para especialistas. A Bolívia em uma ação urgente decidiu afastar os executivos dos principais órgãos aéreos do país.

Em debate
O juiz federal Sérgio Moro foi até o Senado debater o projeto anticorrupção que foi aprovada pela Câmara e agora está no Senado.  Uma emenda do projeto abre a possibilidade de juízes e integrantes do Ministério Público responderem por abuso de autoridade dependendo de suas condutas. Para tentar diminuir a guerra entre o Judiciário e Executivo Moro disse que tudo tem que ser bem estudado, antes mesmo de ser votado, e que acreditava não houve “interesses” na aprovação. “Tenho alguma preocupação, com todo respeito, que talvez não seja o melhor momento para a deliberação de uma nova lei de abuso de autoridade, considerando o contexto, que existe uma investigação importante em andamento. Não só a Lava Jato, mas várias outras importantes”.

Dando opinião
No debate do Senado no qual participou o juiz federal Sérgio Moro, antes mesmo de ser iniciado teve uma opinião polêmica dada pelo presidente da Casa, Renan Calheiros. Ele negou qualquer tipo de intimidação contra a Lava Jato ou o poder Judiciário.  No discurso de abertura soltou: “Tenha-se a santa paciência. Não se pune a autoridade, mas o abuso exatamente para garantir a autoridade. O projeto ainda é ameno, bastante ameno”. Muitos senadores ficaram espantando com a atitude do senador.

Provocação
No debate no Senado com presença do juiz federal Sérgio Moro, um momento causou tensão na casa. Foi quando Lindbergh Farias (PT-RJ) para defender a emenda do projeto anticorrupção que permite de juízes e integrantes do Ministério Público respondam por abuso de autoridade, citou a condução coercitiva do ex-presidente Lula e o vazamento de gravações telefônicas entre Lula e Dilma Rousseff.  Um silêncio tomou conta do plenário quando Moro falou: “claro que o senhor está afirmando que eu cometi abuso de autoridade e devo ser punido".

Fora do MERCOSUL
A Venezuela está oficialmente fora do MERCOSUL. O país não cumpriu obrigações que assumiu quando começou a fazer parte do bloco em 2012. O documento foi entregue ao presidente da Venezuela Nicolás Maduro na última sexta-feira. Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, que são membros plenos da organização tomaram a decisão em comum acordo.

Cautela
Com a eleição do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, muitos acreditam que irão surgir muitas divergências comerciais e de investimentos já fechados por Barack Obama. A visão de Trump é completamente diferente de Obama, e por isso muitos países poderão ter as portas fechadas no Estado americano, abrindo caminhos principalmente para os países latino-americanos. Um dos países que deve ser afetado é a China. Evan Medeiros, que assessorou o presidente Barack Obama, disse que o Brasil precisa ter cautela nestas negociações com o chineses. “As razões para o investimento chinês na América Latina são mais econômicas que políticas, mas sempre há um motivo político”.

Desistiu
Depois de pesquisas mostrarem de que ele poderia não se sair vencedor, o presidente da França, Fançois Hollande falou que não irá disputar as eleições em 2017. Hollande é o líder com menor popularidade desde a Segunda Guerra Mundial. O anúncio de sua desistência deixou muitos de boca aberta, porque é a primeira vez que um presidente não tentará a reeleição desde 1958.

Preocupação
O setor farmacêutico de medicamentos genéricos está em alerta. Desde sua criação, com a intenção de baixar o valor dos medicamentos, vinha apresentando altas no mercado mesmo que mínimas, mas pelo segundo mês consecutivo teve uma desaceleração do crescimento.  Para Telma Salles, presidente do Progenéricos – Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos – a desvalorização já era esperada devido à situação econômica do país. “A desaceleração é um reflexo da economia fragilizada, e não de um esgotamento das migrações ao setor”. Segundo especialista a queda se deu  também devido ao vencimento de várias patentes na área de biossimilares e o pareamento do valor dos remédios originais.

Não quer
Diante da crise que o país se encontra, os partidos políticos buscam nomes fortes de preferência com aprovação popular para disputarem as eleições presidenciais de 2018. Entre tantos o nome que mais vem sido assediado é do ex-ministro do STF – Supremo Tribunal Federal - Joaquim Barbosa. Mas Barbosa já disse que não quer se meter na política. Entre os partidos, o mais insistente é o PT, que vê o nome mais forte da sigla, o ex-presidente Lula, ficar cada vez mais perto de uma prisão, impossibilitando sua candidatura.

Solteiro
O ator José Abreu acaba de colocar um ponto final no seu casamento com a cineasta Priscila Petit. O relacionamento durou cerca de 16 meses, sendo que destes dez foram oficialmente casado.


Ano produtivo
Já estamos no último mês do ano, e começamos fazer um balanço sobre ele. A atriz Giovanna Antonelli que é capa e recheio da revista Estilo, define como produtivo o seu ano. Sucesso dentro e fora das telas, no próximo ano, ela deverá se aventurar numa linha de perfumes e de alimentos saudáveis ainda em desenvolvimento. E revela o segredo de seu pique e alto astral interminável “Me divirto em tudo o que faço. Se não for assim, não funciona”. Ainda brincou durante a sessão das fotos: “Nesse look, virei a rica que ama champanhe”.

Edições Anteriores:  

  ;-) Perfumes florais.

:-( Perfumes amadeirados.




Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.





 

ESTA COLUNA ESTA SENDO FEITA POR UM GRUPO DE JORNALISTAS SOB A COORDENAÇÃO DE PAULA RODRIGUES E AUTORIZADA PELO TITULAR


© Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br