“O governo não aprendeu nada com a pandemia”,

do pesquisador e presidente da Academia Brasileira de Ciência, Luiz Davidovich, lamentando o pouco avanço e investimento no campo da pesquisa no Brasil.

Ano XIX - 16 de junho de 2021

 

Força no distritão
O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), articula acelerar a votação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que altera o atual sistema de eleição do Legislativo, o proporcional, para o chamado distritão, que ainda não é uma unanimidade entre os parlamentares. No distritão são eleitos os mais votados. Ou seja, toda votação dada em excesso aos eleitos e a dada aos não eleitos não vale nada. Em vez de priorizar o apoio a partidos, o distritão fortalece o personalismo, com tendência de beneficiar políticos já bem colocados e celebridades.

Gradiente x Apple
A IGB Eletrônica, dona da marca Gradiente e a empresa norte-americana Apple não chegaram a um acordo no STF para mediação de litigio sobre a exclusividade do uso na marca “iphone” no Brasil. O caso segue para análise do relator, ministro Dias Toffoli. A IGB Eletrônica diz que, em 2000, pediu o registro da marca “G Gradiente iPhone” e a Apple contesta afirmando que a família do “i”, com grafia do “p” em maiúsculo, é usada desde 1998.

Trânsito livre
Investigado pela PF sob suspeita de organizar atos antidemocráticos, o blogueiro Alan do Santos, ganhou livre trânsito no Planalto e em ministérios depois de se tornar um dos líderes de uma tropa digital bolsonarista que promove ataques e espalha notícias falsas nas redes sociais. Na investigação, a PF encontrou provas como troca de mensagens no WhatsApp que mostram como o blogueiro tinha influência no governo Bolsonaro.

Olho na 5G
A previsão mais otimista para a entrada da tecnologia 5G no Brasil é em dois anos, já que as faixas de frequência nem foram leiloadas. Também não há plano de licenciamento urbanístico para agilizar a instalação de antenas para o compartilhamento de dados ou algo concreto para o aumento da malha de fibra ótica. Os clientes nos centros urbanos na China já contam com planos de 5G desde 2019. Estados Unidos e China já estão na corrida pelo 6G, seus consumidores poderão migrar antes de 2030 e a Coreia do sul deve ser o primeiro país com uma rede em operação, já em 2026.

Indicado político
O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, que vai se aposentar, será substituído pela Casa Branca e não pelo Departamento de Estado, pasta responsável pela diplomacia norte-americana. Ou seja, o próximo ocupante da embaixada em Brasília será um indicado político, que pode ser tanto um grande doador da campanha de Joe Biden como alguém ligado ao Partido Democrata. O cargo é considerado estratégico para melhorar as conversas entre os dois países.

Sonegação
A complexidade tributária do país acaba incentivando a sonegação. São 27 legislações de ICMS um para cada Unidade de Federação. O etanol produzido no Brasil, que é o passaporte para que o país tenha um papel preponderante na agenda ambiental, tem 45% do seu volume comercializado através de sonegação de impostos. Vender o etanol pelo mundo com esse nível de sonegação é mais do que complicado.

No Rio
O grupo do prefeito Eduardo Paes ainda avalia se embarca na candidatura de Marcelo Freixo ao governo do Rio ou se apresenta um nome próprio. O mais cotado é do presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz. O secretário municipal da Fazenda, Pedro Paulo (DEM) também é citado. Há uma certa rivalidade entre Paes e Freixo, que está se transferindo para o PSB que apoiará Lula em 2022.

Inflação
O aumento da inflação está sendo puxado por preços internacionais (boom de comodities) e condições climáticas (bandeira vermelha de energia), não por razões internas (demanda aquecida). É a análise de Nelson Barbosa, ex-ministro da Fazenda e Planejamento. Ele diz que não dá para colocar o aumento da inflação na conta da política fiscal porque dados do primeiro trimestre demostraram claramente queda de consumo público e privado, redução da construção civil e contração fiscal.

Mega dívida
O governo e o Congresso Nacional estão tirando da cartola uma proposta para socorrer as empresas nacionais, como acontece em qualquer crise que afeta a economia brasileira. Mais um Refis deverá ser anunciado. São 2,5 trilhões de reais o valor da dívida que 4,7 milhões de cidadãos e empresas possuem junto ao Fisco Federal.

Três no sul
Três nomes alinhados ao Planalto disputam o apoio de Bolsonaro para suas candidaturas ao governo do Rio Grande do Sul em 2022. Na dianteira, estão o senador Luiz Carlos Heinze (PP), hoje na tropa de choque do governo na CPI da Covid e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni (DEM). Outra candidatura não descartada é a do deputado e ex-ministro Osmar Terra (MDB), que somente seria viabilizada com migração para outro partido, devido sua postura sobre a covid.

Articulação
Sadia de um lado, Perdigão de outro: o BTG Pactual estaria sondando empresas que poderiam se associar para tentar tomar o controle da BRF. A abordagem seria conjunta porque, como a JBS não pode avançar sobre a concorrente sem uma severa restrição regulatória, teria que necessariamente fatiar o negócio.

Na contramão
Ao reduzir em 1,9% o preço do litro de gasolina nas refinarias, a Petrobras se movimenta na contramão do comportamento do mercado internacional e voltou a colocar a política de preços da companhia no centro das atenções dos investigadores. O episódio reforça a falta de clareza sobre os reajustes da petroleira neste início de gestão do presidente Joaquim Silva e Luna.

Troca
Jair Bolsonaro pode trocar a deputada Flávia Arruda (PL-DF) da Secretaria do Governo – como querem os parlamentares do Centrão – pelo senador Flávio Bolsonaro, que seria o movimento inicial para a formalização da função dos filhos em seu governo. Eduardo Bolsonaro quase foi nomeado embaixador em Washington e Carlos Bolsonaro já tem função, não oficial, de comandante do “gabinete do ódio” – além de “marqueteiro” do pai. Flávia Arruda seria deslocada para outra Pasta.

Decisão dupla
O presidente Jair Bolsonaro conversou, olho no olho, com Augusto Aras, procurador-geral da República, e disse que o nome que indicará ao Supremo é mesmo o de André Mendonça, hoje na Advocacia-Geral da União. Contudo, assegurou a Aras sua recondução ao cargo de PGR em setembro.

Novo nome
A filiação de Bolsonaro ao Patriota parte da garantia de que ele será presidente de honra do partido com controle total da sigla que mudaria de nome. O ex-Partido Ecológico Nacional, depois Patriota, passaria a se chamar Aliança pelo Brasil. O nome vigorará na mesma convenção que receberá festivamente a filiação do presidente.

Conheceu por dentro
Paulo Marinho, que deixou a presidência do PSDB no Rio para ser um dos cabeças da pré-campanha de João Doria deverá ser o comandante da comunicação do governador nas redes sociais. Ele foi um dos articuladores da campanha de Bolsonaro em 2018 e conheceu de perto o nascimento do “gabinete do ódio”.

Quase um por dia
A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) fez um levantamento sobre a morte de jornalistas por covid-19 e chegou a se assustar. De primeiro de janeiro a 30 de abril deste ano morreram 124 jornalistas, ou seja 31 óbitos por mês. Os registros mostram um grande crescimento em comparação a 2020 onde a média mensal era de 8,3 por mês. A Fenaj contabilizou a morte de 213 jornalistas no Brasil  deste o início da pandemia.

Pai da vacina
O governador de São Paulo, João Doria, agora com um volume maior de vacinas e materiais necessários antecipou (e acelerou) por idade a vacinação contra covid. Diante disso o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes resolveu brincar e postou em seu Twitter: “Me aguarde. Você é o pai da vacina mas eu já adotei a criança e já ganhei o coração do imunizante. Não me provoque. Estou preparando a resposta. Bora vacinar!”. Entrando no clima da provocação (brincadeira) Doria respondeu:  “Bora. Aqui também tem mais vacina na agulha. Vamos vacinar todos o mais rápido possível!”.

Mais um
O Centrão insiste na derrubada de Milton Ribeiro do Ministério da Educação. O nome mais cotado para seu lugar, segundo os corredores do Planalto, poderia ser o de Mendonça Filho (DEM), que comandou a Pasta da Educação no governo de Michel Temer.

Cenário real
O desempenho da economia brasileira nos primeiros 20 anos desse milênio, tem sido decepcionante. No período de 2001 a 2020,  o PIB per capita evoluiu à taxa anual de 0,95%. Não fosse a acentuada contração do ano passado, provocada pela pandemia, essa taxa poderia ter sido pouco superior a 1%. Nesse ritmo, serão necessários 60 anos para o Brasil dobrar sua renda per capita.


Ciro Gomes está empenhado em associar sua imagem à Igreja Católica. A visita a Monte Santo (BA) foi só a primeira estação de sua via sacra. O pedetista cumprirá uma agenda por outras cidades conhecidas dos romeiros, como Juazeiro (CE) e Aparecida do Norte (SP).

Nada de Guinness
Redes sociais diziam, nesses dias, que a motociata de Bolsonaro teria entrado no Guinness, o livro dos recordes, com a participação de 1,3 milhão de motos (a Secretaria de Segurança de São Paulo estimou em 12 mil motocicletas). Para conseguir o número de 1,3 milhão, os organizadores teriam de convocar 62% de toda frota de motos de 39 municípios da região metropolitana de São Paulo. Atualmente, são 2,1 milhão de veículos nessa região. No Estado, são 6 milhões.

Vende-se
O empresário Tito Bessa Jr., dono da varejista de moda TNG, estuda a venda de parte ou mesmo do controle da companhia. Já houve conversas com o Grupo Soma, que comprou recentemente a Hering, mas as tratativas não avançaram. Com pouco mais de 100 lojas, a TNG está em recuperação judicial. Carrega uma dívida de R$ 200 milhões.

Riscos
Ao fazer da cantora Anitta não apenas garota-propaganda como acionista minoritária do Nubank, o banqueiro colombiano Davi Vélez revolucionou o conceito de risco. Ela rivaliza com o presidente no número de seguidores nas redes sociais, já bateu boca com o ministro Ricardo Salles e batizou o estilo de Bolsonaro de “ignorância mental”. Fez fotos na frente de ônibus para Ramos para seu clipe no piscinão, um hit mundial. É tudo na medida para um banco que quer dominar o varejo popular, dizem os especialistas.

Próprias pernas
A atriz Livian Aragão, 22 anos, filha de Renato Aragão, tem muito orgulho do pai, mas garante que vem caminhando com suas próprias pernas. “Meu pai sempre apoiou nas minhas decisões. Desde Flor do Caribe venho caminhando com minhas próprias pernas. Ele sempre me apoiou em tudo, mas quem decide o rumo da minha carreira sou eu”. E vem investindo sua carreira e está se dividindo entre Brasil e  os Estados Unidos, onde  está estudando áreas ligadas no audiovisual. “Tenho focado em estudar cinema e estou escrevendo bastante, mas sempre aprimorando minha atuação”. Fora da TV desde 2017 diz que está louca para atuar.

 

OLHO MÁGICO
Fotos :Pierre Toussaint // Reprodução

Rita criando polêmica

A cantora Rita Ora, 30 anos, está na cada de Elle da Indonésia. Nascida em Pristina na Iugoslávia (atual Kosovo) ela foi aos poucos ganhando fama com seus trabalhos, tanto na música como no cinema. Só este ano Rita está à frente de dois filmes:  Twist e  Wonderwell (que foi gravado em 2017, mas só estreou agora. Hoje é uma das juradas do The Voice Austrália, ao lado de Jessica Hilda, Keith Urban e Guy Sebastian. E foi na Austrália que conheceu seu novo namorado o cineasta Taika Waititi com quem está desde abril. Há alguns dias atrás ela e seu namorado se envolveram numa polêmica, ao terem fotos vazadas onde ambos aparecem trocando carícias e beijando a atriz Tessa Thompson que está no elenco Thor: Love and Thunder dirigido por Taika e que está sendo gravado no país dos cangurus. Na lista de namorados famosos de Rita estão Bruno Mars, Rob Kardashian, DJ Calvin Harris e Ricky Hilfiger (filho do bilionário Tommy Hilfiger).

Edições Anteriores:  
 IN & OUT

 ;-) Empadão goiano

:-( Sopa paraguaia

ONE CARTOON


Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.




 

Esta coluna é fechada de
segunda a sexta às 16:00

(exceto feriados)

 


 © Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
 do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br

s