“Você, por exemplo, está noivo. A noiva é virgem. Vai que você descobre que ela está grávida. Você desiste do casamento? Tudo é possível”,

de Jair Bolsonaro, sobre possível recuo na indicação
do filho Eduardo para embaixada nos EUA.




Ano XVII -
22 de agosto de 2019




 

Patricinha
A mansão que aparece na novela A dona do pedaço, tombada pelo Inepac do Rio, foi construída no final do século 19 pelo milionário Conde Modesto Leal, o homem mais rico do país na época. Era banqueiro, político – e agiota. A família viveu lá por mais de 100 anos. Tem área construída de 4 mil metros quadrados e sua trineta Patricia Leal, quando jovem socialite do Rio, inspirou a expressão patricinha nas colunas sociais. Hoje, é alugada para festas de casamentos (custa R$ 40 mil) e outros grandes eventos. Fica em Laranjeiras.

Exportada
A cena ridícula do governador do Rio, Wilson Witzel, depois de descer de um helicóptero, dar pulinhos de alegria e festejar a morte do homem que sequestrou um ônibus na ponte Rio-Niterói, acabou ganhando a mídia mundial. Na CNN internacional, recebeu comentários pouco elogiosos. O espanhol El País disse que o Rio tem outro lado impossível de ser festejado: nos primeiros seis meses do ano, 33 mortes produzidas por balas perdidas.

Candidata
Carlos Bolsonaro não vai disputar eleições municipais no Rio, ano que vem e está lançando a candidatura de sua mãe Rogéria para vereadora, que continua usando o sobrenome Bolsonaro. Divulga Rogéria em suas páginas, sempre usando para acompanhar inscrições em rosa e lilás. Em 2000, Rogéria desistiu de ser candidata e acabou elegendo vereador o filho Carlos, de 17 anos. Hoje é assessora do deputado estadual Anderson Moraes, com salário de R$ 7.300.

Quer explicação
O ex-presidente Lula soltou uma nota, nesses dias, exigindo que a Rede Globo, que exibiu no Jornal Nacional grande matéria sobre reflorestamento, explique a comparação da política ambiental feita entre ele e Bolsonaro. E também diga que quem fundou o fundo Amazônia foi ele, enquanto presidente – e isso é o único ponto que poderá merecer um esclarecimento no Fantástico de domingo próximo.

Troféu
O governador de São Paulo, João Doria, circulou pelo Congresso, esta semana, levando pelo braço o deputado federal Alexandre Frota, expulso do PSL e agora novo tucano. Alguns veteranos reclamam dessa aquisição – entre eles, FHC – mas não possuem volume de outras figuras de peso para protestar. Doria, em suas andanças por lá, parecia exibir um troféu. Mais: em momentos mais fechados, está encantado com o volume de tatuagens de Frota.

“Bolada nas costas”
O ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia e ex-astronauta, acha que, daqui a pouco, sua pasta não terá mais dinheiro nem para o cafezinho. Toda a área de pesquisa do ministério está comprometida e deverá parar em setembro. Dia desses, em sua sala, Pontes reclamou em voz alta: “Estou cansado de levar bolada nas costas”.

Sempre a favor
Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, explicava no sábado (17), durante o programa de Raul Gil, que seu pai “sempre foi pró-governo, independente do governante e ensinou isso para gente”. Mais: “Ele acha que a gente tem de estar perto dos nossos governantes para eles poderem tomar boas decisões”. Pelo que se vê, há retribuição: no primeiro trimestre de 2018, o SBT recebeu R$ 1,1 milhão de verbas publicitárias; no primeiro trimestre deste ano, o repasse aumentou para R$ 7,3 milhões.

Primeira missão
Se Eduardo Bolsonaro vira mesmo embaixador (seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, está recuando, temendo que ele não passe na sabatina do Senado), sua primeira missão lá em cima será negociar o fim do embargo norte-americano às exportações de carne in natura do Brasil. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) determinou em 2017 que o produto não atende às normas sanitárias. E um carimbo de USDA fecha outros mercados para a carne brasileira.

Só internando
Ex-deputado que desistiu do mandato para deputado federal para ir morar na Europa, e possivelmente sustentado por um esquema montado por David Miranda, seu suplente e casado com Glenn Greenwald, Jean Wyllys (PSOL) reagiu de maneira mais do que estranha ao sequestro do ônibus no Rio: pareceu a ele um “golpe de marketing perfeito” criado pelo governador Wilson Witzel.

Penhorados
Cláudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco (GBB), foi alvo de ação de sequestro de bens, devido a decisão do Judiciário em busca de obras de arte, quadros, relógios e joias. Seus clientes não conseguem receber. Entre março e maio, ele dizia que tinha o maior volume transacionado do mundo, chegando a US$ 900 milhões ao dia. Detalhe: no sequestro de seus bens foram incluídos todos os sapatos Christian Louboutin de sua mulher.

Sem dinheiro
O sucessor de Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República terá de lidar com grandes limitações financeiras do MPF. No órgão, já se discute o fechamento de unidades no interior do país. Para evitar o desastre, o futuro procurado terá de manejar os 85% de Orçamento já empenhados em despesas de custeio.

Agora, automóveis
Em meio à novela da grave crise em torno da venda de energia de Itaipu, Brasil e Paraguai avança numa negociação bilateral. A equipe de Paulo Guedes deverá apresentar até dia 30 próximo uma primeira proposta para um acordo automotivo entre os dois países. No Ministério de Economia, há um certo otimismo de que a versão final será assinada até o fim de outubro.

Tranquilo
O apresentador Luciano Huck disse que está tranquilo em relação a compra de jatinho que, nos últimos dias, está sendo um dos assuntos mais comentados. “A empresa Brisair, da qual sou sócio, comprou um avião produzido pela Embraer. Para tanto, fizemos um empréstimo transparente, pago até o fim, sem atraso. Tudo como manda a lei. A compra e o financiamento da aeronave foram feitos por meio de um contrato absolutamente legal, sem vício, vantagem ou privilégio”.

Tenho tempo
Ainda sobre a indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada de Washington: o presidente Jair Bolsonaro, que ainda não indicou seu nome oficialmente, disse que não tem pressa de fazer e que tem outras prioridades como a indicação de um novo procurador-geral da República. Há quem garanta que o Chefe do Governo só deverá indicar o nome do filho – e se indicar – após a aprovação da Reforma da Previdência do Senado.

Responsáveis
O presidente Jair Bolsonaro quer procurar os responsáveis pelos incêndios que estão acontecendo na Região Amazônica. Afirmou que o Brasil está enfrentando uma “guerra da informação” por causa da crise nos repasses de verbas a instituições de proteção ao meio ambiente, que foram suspensas.  “Não tô afirmando, nós temos que combater o crime, depois nós vamos ver quem é o possível responsável pelo crime. Mas, no meu entender, há interesse dessas ONGs que representam interesses de fora do Brasil”.

“Semana do Brasil”
Os brasileiros viverão, entre 6 e 15 de setembro próximo, a “Semana da Independência” (ou “Semana do Brasil”), um misto de patriotismo e consumo estimulado, criado para aquecer o comércio do Dia da Independência, num estilo do Black Friday. 36 instituições do comércio e 264 empresas já estão engajadas no projeto. Lojas participantes não oferecerão apenas descontos, mas também facilidade de pagamentos, crédito e brindes. McDonald’s e Subway oferecerão sanduíches especiais – e mais baratos.

Mega dívida
Para quem não tem ideia: mais de 225 mil empregados estão inscritos na dívida ativa da União por não terem realizados depósitos nas contas do FGTS. Esse débito chegou a R$ 32,1 bilhões em junho, afetando 8 milhões de trabalhadores. Quem mais deve é o setor hospitalar: R$ 1,6 bilhão, em segundo – quem diria – administração pública com R$ 1,5 bilhão.

Reduto do chefe
Nesses dias, o ministro Sérgio Moro foi homenageado em Marília, reduto eleitoral de Bolsonaro onde recebeu 80% dos votos válidos no segundo turno: ganhou título de doutor honoris causa da Universidade de Marília. Fez palestra da 26ª Semana Acadêmica de Direito com direito a entrada apoteótica. Lá também, a propósito, é a sede da Havan, empresa de Luciano Hang. O senador Major Olímpio estava na comitiva

Destinos
Um levantamento feito pelo site ViajaNet aponta que Buenos Aires é o destino favorito dos brasileiros para viagens na América Latina. Em segundo lugar, vem Santiago e completando o pódio Montevidéu. Depois, por ordem, Lima, Bogotá, Mendoza, Cuzco, Santa Cruz de la Sierra, Cartagena da Índias e Assunção, completando a lista dos destinos favoritos.

Discordando
Mais uma vez, os brasileiros discordam de posições tomadas pelo presidente Bolsonaro. Levantamento feito pela Paraná Pesquisa apontam que 47% dos entrevistados discordam com a mudança da Ancine do Rio de Janeiro para Brasília; 31,1% concordam e 22% não souberam ou não quiseram opinar.

Importante
Ainda sobre o levantamento da Paraná Pesquisa: os entrevistados também opinaram sobre a importância da Agência Nacional de Cinema para o país. 39,5% acreditam que ela é importante; 24,6% pouco importante; 20,1% nada importante. E somente 7,3% dos entrevistados acham que a agência é muito importante e outros 8,5% não souberam ou não quiseram responder.

Capenga
O senador e relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), está trabalhando para que os Estados e municípios entrem na reforma. “Os Estados e municípios, se não entrarem, primeiro vai continuar um déficit gritante e segundo vai ficar uma reforma capenga”.

Sentindo falta
A rede de Lojas Zema, de Minas Gerais, parece estar sentindo falta do antigo presidente do Conselho, hoje governador Romeu Zema. A empresa vem amargando prejuízos e aumento de inadimplência. Há dois anos, quando a rede apresentou quadro semelhante e Zema estava no comando, de uma vez só ele fechou 60 lojas.

Musa e candidata
Nova musa política, Mariana Ribas, 36 anos, é o nome do PSDB para disputar a prefeitura do Rio, no ano que vem. Ela foi secretária-executiva de dos ministros da Cultura, Marcelo Calero e Sérgio Sá Leitão e secretária por seis meses da cultura municipal sob comando de Crivella, de onde saiu por falta de apoio do prefeito. Seus torcedores dizem que ela tem grande vantagem sobre os demais candidatos: é uma cara nova. E bonita.

Outra fornada
Depois da licitação de três terminais, o ministro Tarcísio Freitas, da Infraestrutura, já trabalha na próxima rodada de concessões portuárias. O leilão deverá acontecer em fevereiro do ano que vem, incluindo quatro entrepostos de granéis líquidos em Itaqui (MA), o terminal de contêineres de Suape e dois terminais de movimentação de papel e celulose que serão criados a partir do desmembramento da antiga área ocupada pelo Grupo Libra.

Mais demissões
Menos de um ano depois de seu último Plano de Demissões Voluntárias, a Casa da Moeda passará por nova lipoaspiração. A direção da estatal já aprovou novo PDV com meta de cortar mais 200 funcionários, cerca de 10% da força de trabalho. Oferecerá indenização de 80% sobre o FGTS e plano de saúde por 42 meses. A estatal vem amargando queda de receita devido à suspensão do Sistema de Controle Fiscal de Produção de Bebidas e pelo contingenciamento das verbas do BC para novas encomendas de cédulas e moedas.

Só quando for
A veterana atriz Laura Cardoso, que irá completar 92 anos no dia 13 de setembro, garante que ainda tem fôlego para trabalhar. Sobre sua aposentadoria é direta: “A gente se aposenta quando vai embora”.

Mercado em alta
Mais celebridades irão lançar sua própria linha de produtos de cuidados da pele. Uma delas é Selena Gomez. A linha toda deverá incluir fragrâncias, cosméticos, produtos de skincare, produtos para os cabelos, sabonetes, hidratantes e até óleos essenciais. Quem também segue nessa empreitada é Rihanna e Lady Gaga, além, claro das irmãs Kim Kardashian e Kylie Jenner. E mais outras que anunciaram que irão investir no mercado são Ciara e a atriz Millie Bobby Brown.

OLHO MÁGICO

fotos: Phil Poynter // Divulgação

Maior orgulho
A atriz Julianne Moore, 58 anos, está na capa e recheio da edição de 25º aniversário da Style magazine. Entrevistada pela modelo Helena Christensen, ela conta sua relação com a moda e sua paixão por vestidos pretos revelando que quando era jovem, sua mãe achava que preto era uma cor muito forte para meninas. Ao ser questionada qual era seu maior orgulho dos últimos 25 anos revelou: “Posso dizer meu casamento? Vinte e três anos com o mesmo cara. É bem incrível. Nós gostamos um do outro; estamos investidos um no outro; somos uma família”. Julianne é uma das mais versáteis atrizes e confessa que ama atuar principalmente em filmes para cinema. E apesar de preferir cinema aceitou o desafio de estrelar a série Lisey’s Story, baseada no romance de 2006 de Stephen King, que também está escrevendo os oito episódios da primeira temporada da série.

Edições Anteriores:  
__________________________________________________________
 IN & OUT

 

;-) Cinema: Pássaros de Verão.



:-( Cinema: Socorro! Virei uma Garota.

ONE CARTOON


Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.




 

Esta coluna é fechada de
segunda a sexta às 16:00

(exceto feriados)


 

 

 

 


 © Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
 do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br